Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Imagens do Semiárido

O projeto “Imagens do Semiárido” surgiu da necessidade de divulgação de diferentes paisagens encontradas no semiárido nordestino do Brasil. O clima quente e a irregularidade de chuvas ditam paisagens altamente heterogêneas e aliadas à geologia, que permuta entre embasamento cristalino e rochas sedimentares dos mais diversos tipos, o semiárido está segmentado em diferentes ambientes fitofisiográficos de beleza singular.

A diversidade de paisagens, que miscigena ambientes nativos e extensas áreas cultivadas, faz do semiárido um cenário de imagens muito distintas. Pouco se te observado no sentido de registrar, catalogar e descrever o cenário proposto por essa região. Com isso, o projeto objetivou obter imagens de diversos ambientes, nativos e cultivados, e descrever sucintamente as diferentes paisagens encontradas no estado do Rio Grande do Norte, Paraíba e Ceará, pelo fato destes estados apresentarem grande parte do seu território na condição climática semiárida.

Foram realizadas diversas viagens de campo pelos estados selecionados. Ao longo das viagens, as paisagens que melhor englobaram a descrição da região foram fotografadas e posteriormente detalhadamente descritas. Em cada um dos três estados foram selecionadas 40 imagens, sendo 20 imagens de áreas nativas e 20 de áreas exploradas, formando um banco de 120 imagens. As imagens foram selecionadas utilizando critérios técnicos de qualidade e buscando representar a realidade local de diferentes ambientes. A descrição de fauna e flora foi realizada tomando como base o Levantamento Exploratório da região (BRASIL, 1974), assim como a geologia, a geomorfologia e uso dos solos tiveram como base tais levantamentos, além dos realizados pela EMBRAPA (1971) e as próprias conversas informais obtidas no contato com os moradores da região.

Espera-se que a divulgação dessas imagens torne-se acessível aos diversos segmentos da sociedade, pois informações técnicas das paisagens naturais e cultivadas de diversas áreas da região Semiárida podem expor as potencialidades existentes na região a possíveis investidores e/ou colaboradores sócio-econômicos.

Referências – 

BRASIL. Departamento Nacional da Produção Mineral. Projeto RADAM. Folha AS.24-Fortaleza, 24/25-Jaguaribe/Natal; geologia, geomorfologia, solos, vegetação e uso Potencial da terra. Rio de Janeiro, 1974 (Série Levantamentos de Recursos Naturais, 5).

EMBRAPA. Levantamento Exploratório-Reconhecimento de Solos do Estado do Rio Grande do Norte. Embrapa Solos, UEP Recife. 1971.

16 de novembro de 2015. Visualizações: 429. Última modificação: 16/11/2015 17:46:20